30 dezembro 2013

Frango assado sentado na lata de cerveja


Há muito tempo venho querendo preparar esta receita - pura negligência minha!
A primeira vez que ouví falar, já me despertou curiosidade. Hoje resolví colocar mãos à obra!
Utilizei um frango grande, mas vocês podem utilizar do tamanho desejado, seguindo as proporções do tempêro.
Ficou muito saboroso mas, prá falar a verdade, não sei que diferença fez a cerveja! Kkkkkkkk........

Ingredientes do tempero:
- 80 ml de vinho branco seco
- 80 ml de água
- 80 ml de óleo de canola
- 40 ml de vinagre de maçã
- 60 g de pimentão verde
- 80 g de cebola
- 2 dentes de alho grandes
- 2 xícaras (chá) cheias de cheiro verde
- 4 pimentas bode
- 2 folhas de louro
- 1 colher (sopa) rasa de sal
- 1 colher (sopa) rasa de aji-no-moto

Modo de preparo do tempero:
- Bata todos os ingredientes no liquidificador. Reserve.

Ingredientes do frango:
- 1 frango inteiro de aproximadamente 3 Kg
- 1 lata de cerveja branca ou preta de 350 ml em temperatura ambiente
- 1 saco plástico que comporte o frango

Modo de preparo do frango:
- Lave bem o frango e os miúdos e coloque-os no saco plástico.
- Despeje o tempero.
- Feche o saco plástico de forma que não fique ar dentro dele e deixe na geladeira de um dia para o outro. Vire o frango ocasionalmente.
- No dia seguinte, lave bem a lata de cerveja, abra-a e retire aproximadamente 1/4 do conteúdo, de forma que na lata fique 3/4 da bebida. A parte que foi retirada, não será utilizada, portanto, utilize-a para outras finalidades ou então, beba. Rsrsrsrsrs……..
- Envolva a lata com papel alumínio, cuja parte brilhante do papel deverá ficar voltada para o lado de dentro, em contato com a lata. A parte superior da lata, onde está a abertura da mesma, não poderá ser coberta.
- Coloque a lata na cavidade do frango e coloque-o num refratário. Cubra com o molho restante e cubra com papel alumínio. A parte, coloque os miúdos num pedaço de papel alumínio, fazendo uma trouxinha e coloque juntamente na forma. Leve ao forno alto por 2:30 hs.
- Passado o tempo, retire o papel alumínio que envolve o frango e deixe no forno mais 40 minutos, para que ele doure. O tempo total vai depender do peso do frango.

24 dezembro 2013

Espetinhos de cordão de filet mignon



Uma carne que não é tão cara quanto o dito cujo do filét mignon, o cordão é uma carne que não é muito difundida em nossa cultura. 
Também conhecida como trança ou recorte do filet mignon, ela faz parte do filét mignon e pode ser vendida separadamente por um valor menor.
Hoje preparei estes deliciosos espetinhos:

Ingredientes:
- 700 g de cordão de filet mignon
- 1 colher (sopa) de manteiga sem sal em temperatura ambiente
- 1 colher (sobremesa) rasa de sal
- 1 colher (sobremesa) rasa de aji-no-moto

Modo de preparo:
- Com uma faca bem afiada, retire todos os nervos da carne.
- Corte a carne em pedaços.
- Tempere com a manteiga, o sal e o aji-no-moto.
- Finque a carne temperada em espetinhos de madeira préviamente molhados.
- Leve uma grelha de fogão ao fogo brando, coloque os espetinhos e deixe até ficarem dourados de ambos lados.

Pastéizinhos de palmito e azeitona preta



Um ótimo aperitivo para ir degustando ao longo da noite, os pastéizinhos já viraram must na ceia de Natal! 
Super fáceis de serem preparados, definitivamente não podem faltar!

Ingredientes:
- 200 g de massa circular para pastél de aproximadamente 9 cm de diâmetro
- 200 g de palmito pupunha picado
- 20 azeitonas pretas pequenas sem caroço
- 1 xícara (chá) rasa de cebolinha picada
- 1 colher (sopa) cheia de cebola picada
- 1 colher (sobremesa) rasa de alho picado
- 1 colher (sobremesa) rasa de sal
- 1 colher (sobremesa) rasa de aji-no-moto
- 100 ml de leite desnatado
- 1 colher (sobremesa) rasa de amido de milho
- óleo de canola

Modo de preparo do recheio:
- Coloque 2 fios de óleo de canola numa panela e leve ao fogo alto. Assim que esquentar, coloque a cebola e o alho picados. Assim que dourarem, coloque o palmito.
- Tempere com sal e aji-no-moto, misture tudo, e acrescente a cebolinha picada.
- Na sequência, dissolva o amido de milho no leite e acrescente à panela. Aumente o fogo e mexa até que o recheio engrosse.
- Desligue o fogo e transfira tudo para uma vasilha.
- Aguarde esfriar, cubra com filme plástico e leve para refrigerar - o recheio deve estar gelado para ser utilizado.
- Coloque uma pequena porção do recheio e uma azeitona no centro de cada massa, que deve estar acompanhada da película plástica.
- Pincele água na extremidade da massa, feche e com o auxílio de um garfo, aperte as extremidades fazendo ranhuras.
- Retire a película plástica e frite por imersão em óleo quente até que fiquem dourados.
- Escorra e sirva.

Cuscuz paulista de pescada branca



Para dar um diferencial, hoje preparei o cuscuz com um ingrediente incomum: a pescada branca!
Minha intenção não era fazer um cuscuz tão grande (como sempre…..), mas coloca ingrediente daquí e dalí, no final, quando eu me dou conta, o cuscuz já atingiu quase a boca da forma! Kkkkkkkkk…….

Ingredientes:
- 250 g de filé de pescada branca
- 100 g de palmito pupunha fatiado
- 100 g de ervilhas congeladas
- 150 g de tomate longa vida
- 1 ovo extra-grande
- 80 g de farinha de milho em flocos
- 300 ml de água
- azeitonas pretas médias a gosto
- 2 colheres (sopa) cheias de cebola picada
- 1 colher (sobremesa) rasa de alho picado
- 1 colher (café) rasa de sal
- 1 colher (sobremesa) rasa de aji-no-moto
- 1 colher (café) rasa de hondashi
- óleo de canola
- azeite de oliva extra-virgem

Modo de preparo:
- Corte a pescada em filetes.
- Coloque água numa panela de cozimento a vapor ou cuscuzeira, aguarde ferver e coloque a pescada. Deixe cozinhando por 5 minutos em fogo brando.
- Passado o tempo, retire a pescada e reserve.
- Cozinhe as ervilhas em água fervente, fogo brando, por 3 minutos. Escorra e reserve.
- Coloque o ovo numa panela pequena, cubra com água e leve ao fogo. Assim que ferver, abaixe o fogo e cozinhe por 15 minutos. Descarte a água, descasque o ovo e fatie-o. Reserve.
- Corte os tomates em fatias finas. Reserve.
- Unte uma forma de 20 cm de diâmetro com furo no meio, com azeite de oliva.
- Distribua algumas azeitonas, um pouco das ervilhas, algumas fatias de ovos, algumas fatias de palmito, alguns filetes de pescada e algumas fatias de tomate no fundo e laterais da forma.
- Coloque 1 fio de óleo de canola numa wok. Assim que esquentar, acrescente a cebola e o alho picados. Assim que dourarem, acrescente a água e tempere com sal, aji-no-moto e hondashi.
- Assim que ferver, acrescente a farinha de milho e mexa até que engrosse e solte do fundo da wok. Desligue o fogo.
- Coloque um pouco menos da metade da massa na forma.
- Acrescente o restante dos ingredientes do recheio uniformemente.
- Coloque o restante da massa, apertando com as costas de uma colher para ficar homogêneo. Bata a forma sobre a bancada, para assentar bem a massa.
- Aguarde esfriar e mantenha sob refrigeração até ficar gelado.
- Desenforme sobre um prato.

Salada Natalina



Para hoje, uma super salada, deliciosa e só com ingredientes finos!
Olha só, coloquei corações de alcachofra, aspargos, palmitos pupunha fatiados e filetes de manga Bourbon!
Para dar aquele ar natalino, polvilhei castanhas de cajú moídas! Rsrsrsrsrsrs…….
Por fim, temperei com sal, aji-no-moto, sumo de limão Tahiti e azeite de oliva extra-virgem.
Xiqui nu úrtimu!!!!!!!!!

Arroz com ervilhas e leite de coco



Um prato leve para acompanhar as guarnições de Natal, não pode faltar na sua ceia!
Todos se preocupam em levar quitutes deliciosos nas reuniões de final de ano e sempre acaba faltando o básico: o arroz! Kkkkkkkkk…….
Fica a dica!

Ingredientes:
- 140 g de arroz preferencialmente japonês
- 200 ml de água
- 100 ml de leite de coco light
- 1 colher (café) rasa de sal
- 1 colher (sobremesa) rasa de aji-no-moto
- 100 g de ervilhas congeladas

Modo de preparo:
- Lave o arroz e deixe escorrendo, como explicado aquí.
- Transfira para o suihanki, acrescente a água, o leite de coco e tempere com sal e aji-no-moto. Ligue o suihanki.
- Cozinhe as ervilhas em água fervente, fogo brando, por 3 minutos. Escorra e reserve.
- Assim que o aroz ficar pronto, aguarde pelo menos 15 minutos para abrir a panela. Coloque as ervilhas cozidas, revolva tudo e sirva.

Bolinhos de bacalhau



Estes maravilhosos salgadinhos são diferentes de todos os que eu preparei até hoje com bacalhau.
Com uma massa extremamente macia, eles derretem na boca!

Ingredientes:
- 300 g de bacalhau seco
- 500 g de batatas
- 1 colher (café) rasa de sal
- 1 colher (café) rasa de aji-no-moto
- 2 xícaras (chá) salsinha picada
- 4 colheres (sopa) rasas de farinha de trigo integral
- farinha de trigo para empanar
- óleo de milho

Modo de Preparo:
- Lave bem o bacalhau para retirar o excesso de sal. Deixe de molho na água fria por 24 horas, trocando a água constantemente.
- Transfira as postas para uma panela de pressão e cozinhe com água, em fogo baixo, por 10 minutos. Retire-as com o auxílio de uma escumadeira, reservando a água do cozimento na panela.
- Descasque as batatas, corte em pedaços menores e cozinhe na pressão, fogo brando, por 8 minutos, utilizando a água reservada do cozimento do bacalhau. Escorra, esprema e reserve.
- Desfie o bacalhau com as mãos, descartando todas as possíveis espinhas existentes. Reserve.
- Numa bacia, coloque as batatas espremidas, o bacalhau desfiado, a farinha de trigo integral e a salsinha picada. Tempere com sal e aji-no-moto e misture bem.
- Deixe a massa na geladeira no mínimo por 2 horas, para que ela adquira firmeza.
- Molde os croquetes com as mãos úmidas. 
- Passe na farinha de trigo e frite em óleo quente até ficarem dourados.

Renderam 30 unidades de aproximadamente 5 cm!

Gunkan de salmão batido com um toque de tsukudani de nori



Os gunkan de salmão que preparei hoje, foram feitos de forma que não fosse preciso "molhar" o sushi no molho de soja, isto é, que pudessem ser levados diretamente à boca sem que faltasse algum tempêro.
Como eu fiz isso?
Foi muito simples: coloquei metade do recheio sobre o sushi, em seguida um toque de tsukudani de nori e completei com mais recheio!
Perfeito!

Farofa Natalina



Natal merece uma super farofa!
Foi com este espírito que preparei este delicioso prato, sendo que o tender e as uvas passas se encarregaram de dar o toque natalino!

Ingredientes:
- 150 g de farinha de milho em flocos
- 300 g de tender
- 2 colheres (sopa) cheias de cebola picada
- 1 colher (sobremesa) rasa de alho picado
- 50 g de uvas passas pretas sem caroço
- 2 ovos extra-grandes
- 100 g de azeitonas pretas médias com caroço
- 2 xícaras (chá) cheias de salsinha picada
- 1 colher (sobremesa) rasa de sal
- 1 colher (sobremesa) rasa de aji-no-moto
- óleo de canola

Modo de preparo:
- Coloque os ovos numa panela pequena, cubra com água e leve ao fogo. Assim que ferver, abaixe o fogo e cozinhe por 15 minutos. Descarte a água, descasque os ovos e corte-os grosseiramente em pedaços. Reserve.
- Corte o tender em cubinhos pequenos. Reserve.
- Coloque 2 fios de óleo de canola numa wok e leve ao fogo alto. Assim que esquentar, coloque a cebola picada, o alho picado e o tender. Salteie até ficarem dourados.
- Na sequência, acrescente a farinha de milho, as uvas passas, os ovos e as azeitonas. Tempere com sal e aji-no-moto, misturando bem.
- Desligue o fogo, acrescente a salsinha picada revolvendo tudo.

09 dezembro 2013

Bucatini al aglio e olio com pernil louco

Este prato saiu depois depois de muita indecisão e de muito pensar!
Hoje queria comer carne louca de pernil. Partindo disso, não sabia se preparava torta, pasta ou arroz. Prá falar a verdade, esse calor que vem fazendo, não aguça minhas papilas gustativas!
A pasta venceu!
Preparei dois pratos separados que ao se unirem, se transformaram nesta delícia!


Ingredientes do pernil:
- 600 g de pernil suíno
- 1 xícara (chá) de vinagre de maçã
- 50 g de cenoura
- 150 g de cebola
- 100 g de pimentão verde
- 1 colher (sobremesa) rasa de alho picado
- 1 colher (sobremesa) rasa de hondashi
- 1 colher (chá) rasa de aji-no-moto
- 1 colher (chá) rasa de sal
- óleo de canola

Ingredientes do bucatini:
- 250 g de bucatini (espaguete furadinho) nº 5
- 1 colher (sopa) rasa de alho picado
- 1 colher (sobremesa) rasa de aji-no-moto
- 1 colher (chá) rasa de sal
- óleo de canola

Modo de preparo do bucatini:
- Coloque 2 litros de água numa caçarola e leve ao fogo alto. Assim que ferver, coloque o bucatini e cozinhe em fogo brando por 8 minutos.
- Passado o tempo, escorra o macarrão.
- Coloque 3 fios de óleo de canola numa wok e leve ao fogo alto. Assim que esquentar, coloque o alho picado, dê uma salteada e acrescente logo em seguida o macarrão cozido.
- Tempere com sal e aji-no-moto e salteie até incorporar o tempêro.

Modo de preparo do pernil:
- Coloque o pernil na panela de pressão, cubra com água, acrescente o vinagre e cozinhe na pressão, fogo brando, por 20 minutos.
- Passado o tempo, escorra a carne descartando o líquido, aguarde esfriar um pouco  e desfie grosseiramente, descartando os ossos.
- Corte a cenoura em palitos finíssimos. Reserve.
- Corte a cebola em rodelas finas. Reserve.
- Corte o pimentão em pedacinhos. Reserve.
- Coloque 2 fios de óleo de canola numa wok e leve ao fogo alto. Assim que esquentar, coloque o alho picado, dê uma salteada e acrescente logo em seguida a carne desfiada e todos os legumes.
- Tempere com hondashi, sal e aji-no-moto, salteando por 1 minuto.
- Desligue o fogo e sirva sobre o macarrão.

02 dezembro 2013

Risoto integral de pernil e legumes



Hoje comprei 4 Kg de pernil para preparar recheio de harumaki e mandei moer. O pernil tem osso, assim, óbviamente o açougueiro o retirou antes de moê-lo. Trouxe os ossos para casa, pois sempre fica muita carne grudada junto a eles e aproveitei para preparar este prato que ficou muito saboroso!
Por conta de ser um reaproveitamento, não vou especificar quantidades, fica a critério de cada um, bem como os legumes: utilize o que você tiver na geladeira!

Ingredientes:
- arroz integral cozido
- pernil
- brócolis ninja em pedaços pequenos
- vagem macarrão em pedaços pequenos
- cenoura em palitos finíssimos
- sal
- aji-no-moto
- óleo de canola

Modo de preparo:
- Coloque o pernil na panela de pressão, cubra com água e cozinhe na pressão, fogo brando, por 20 minutos.
- Passado o tempo, escorra e descarte toda a água. Desfie a carne e reserve.
- Coloque o óleo de canola numa wok e leve ao fogo alto. Assim que esquentar, coloque o pernil, o brócolis, a vagem e a cenoura. Salteie até ficar levemente dourado.
- Na sequência, acrescente o arroz integral cozido, tempere com sal e aji-no-moto e salteie até ficar tudo incorporado. Sirva em seguida.

Costela bovina pré-cozida assada com batatas e cenouras

Eu acho a costela bovina uma carne extremamente saborosa. O único incoveniente é toda a gordura entremeada que ela carrega junto!
Nesta receita, retirei a gordura ao máximo antes de cozinhá-la. Cozinhando, pude eliminar um pouco mais desse elemento maléfico ao organismo!
Depois mandei pro forno juntamente com alguns legumes. Perfect!


Ingredientes:
- 1 Kg de costela bovina em pedaços
- 250 g de batatas
- 250 g de cenouras
- 1 xícara (chá) de vinagre de maçã
- 1 colher (sopa) rasa de gengibre ralado
- 1 colher (sobremesa) rasa de sal
- 1 colher (sobremesa) rasa de aji-no-moto
- manjericão desidratado a gosto
- azeite de oliva

Modo de preparo:
- Com uma faca afiada, retire  e descarte o máximo de gordura que puder da costela.
- Corte as batatas e as cenouras em pedaços. Reserve.
- Coloque os pedaços de carne numa panela de pressão, cubra com água, acrescente o vinagre de maçã e o gengibre ralado, tempere com sal e aji-no-moto e cozinhe na pressão, fogo brando, por 1 hora.
- Passado o tempo, abra a panela e acrescente os pedaços de batata e cenoura. Cozinhe na pressão, fogo brando, por 6 minutos.
- Passado o tempo, abra a panela e escorra todos os ingredientes, descartando todo o líquido.
- Unte grosseiramente uma assadeira de aproximadamente 35 x 25 cm com azeite de oliva. Coloque a carne de um lado e os legumes do outro.
- Polvilhe manjericão desidratado a gosto.
- Cubra sómente a carne com papel alumínio e leve ao forno alto por 30 minutos.

14 novembro 2013

Super salada de beterraba

Era prá ser uma simples salada de beterraba gelada, com cebola e azeitonas verdes…..
Me empolguei…..
Um pouco antes, havia retirado o filé de 6 peitos de frango, cujas carcaças estavam com bastante carne ainda, já que eu não sou bom para desossar frango. Por que não usá-las?
Pepino fica crocante......
Na empolgação fui colocando mais ingredientes…… quando fui ver, a salada já estava enorme!
Pensei: onde eu vou guardar tudo isso????????? Kkkkkkkk……..
No fim das contas, não foi nem cebola e nem azeitonas verdes! Mas ficou muito saborosa e refrescante:

Como foi na empolgação, nem pesei os ingredientes! Então, esta receita fica "a gosto", OK?

Ingredientes a gosto:
- carcaças de peito de frango
- beterrabas
- pepipos japonêses
- cenouras
- wakame desidratado
- sal
- aji-no-moto
- limões Tahiti
- azeite de oliva extra-virgem

Modo de preparo:
- Coloque as carcaças de peito de frango na panela de pressão.
- Lave bem as beterrabas com uma buchinha e descarte as extremidades. Corte em pedaços e acrescente à panela de pressão. Cubra com água e cozinhe em fogo brando, na pressão, por 20 minutos.
- Passado o tempo, escorra tudo, reservando o caldo que poderá ser utilizado em outra receita.
- Corte as beterrabas em pedaços pequenos e coloque numa bacia. Reserve.
- Desfie as carcaças, descartando os ossos. Coloque a carne desfiada na bacia das beterrabas e leve tudo para refrigerar.
- Corte os pepinos em filetes de aproximadamente 1 cm, no sentido longitudinal. Descarte as sementes. Acrescente à bacia.
- Corte as cenouras em palitos finíssimos e acrescente à bacia.
- Por fim, acrescente o wakame desidratado e tempere com sal, aji-no-moto, sumo de limões Tahiti e azeite de oliva extra-virgem.

Se quiser acrescentar as cebolas e as azeitonas verdes, ficará ainda mais saborosa! Nesse caso, corte as cebolas em fatias finíssimas.

04 novembro 2013

Purê salada de batatas com sardinhas frescas sobre ninho de repolho


Hoje preparei um prato completíssimo e delicioso para a noite quente, que apesar da chuvinha que caiu, não refrescou quase nada!

Ingredientes do purê salada:
- 300 g de batatas
- 300 g de sardinhas frescas evisceradas sem cabeça
- 150 g de pepino japonês
- 60 g de cenoura
- 2 ovos extra-grandes
- 3 bastonetes de kanikama
- 1 colher (sopa) cheia de wakame desidratado
- azeitonas verdes pequenas com caroço a gosto
- 1 colher (chá) rasa de sal
- 1 colher (chá) rasa de aji-no-moto
- 1 colher (sopa) rasa de leite em pó desnatado
- 4 colheres (sopa) de vinagre de maçã
- 6 colheres (sopa) de azeite de oliva extra-virgem

Ingredientes do ninho de repolho:
- 100 g de repolho
- 1 pitada de sal
- 1 pitada de aji-no-moto
- 1 colher (sopa) de vinagre de maçã
- 1 colher (sopa) de azeite de oliva extra-virgem

Modo de preparo do purê salada:
- Corte o pepino em quatro, no sentido longitudinal. Descarte as sementes. Na sequência, corte em pedaços pequenos e transfira-os para uma tigela.
- Corte a cenoura em fatias bem finas, no sentido longitudinal, com comprimento de aproximadamente 8 cm. Na sequência corte as fatias em palitos finos e transfira-as para a tigela do pepino. Polvilhe 1 colher (sobremesa) rasa de sal, misture bem e deixe na geladeira enquanto prepara o restante dos ingredientes.
- Coloque os ovos numa panela pequena, cubra com água e leve ao fogo. Assim que ferver, abaixe o fogo e cozinhe por 15 minutos. Descarte a água e reserve.
 - Coloque água numa panela de cozimento a vapor ou cuscuzeira, aguarde ferver, coloque as sardinhas e cozinhe por 6 minutos em fogo brando.
- Passado o tempo, retire cuidadosamente as sardinhas e com o auxílio de uma faca, retire a espinha que se soltará fácilmente. Reserve os filés.
- Descasque as batatas e corte-as em fatias grossas. Leve para cozinhar na pressão, fogo brando, por 8 minutos. Escorra e esprema numa bacia. Reserve.
- Desfie os bastonetes de kanikama. Coloque-os na bacia das batatas.
- Retire a tigela de pepino e cenoura da geladeira, esprema com mãos para retirar o excesso de líquido e coloque-os na bacia das batatas.
- Acrescente as sardinhas, as azeitonas verdes e o wakame.
- Polvilhe o leite em pó e tempere com sal, aji-no-moto, vinagre de maçã e azeite de oliva extra virgem.
- Por fim, descasque os ovos e corte-os grosseiramente em pedaços e acrescente à bacia.
- Misture tudo muito bem e mantenha sob refrigeração até o momento de servir.

Modo de preparo do repolho:
- Corte o repolho o mais fino possível e coloque numa tigela.
- Tempere com sal, aji-no-moto, vinagre de maçã e azeite de oliva extra-virgem.
- Misture tudo muito bem.

Montagem:
- Num prato, coloque uma porção de repolho temperado, formando um ninho.
- Por cima, coloque uma porção do purê salada e sirva.

30 outubro 2013

Cuidado diário para os lábios - considerações finais

Nada como passar um tempo usando um produto, para saber exatamente como ele se comporta em determinadas situações.
Foi o que ocorreu com meus hidratantes labiais, específicamente o Carmex, o ChapStick Overnight Lip Treatment e o Ceralip.
O que eu notei há um tempo, é que quando a temperatura ambiente está elevada, o ChapStick Overnight Lip Treatment e o Ceralip práticamente derretem dentro do tubo, comprometendo toda a sua consistência e consequentemente, a sua aplicação.
O que eu tenho que fazer então? Deixá-los dentro do refrigerador, é mole?
O único que se manteve íntegro, foi o Carmex, que além de ser o mais barato de todos, passou agora, a ser o mais eficiente, já que passar um hidratante práticamente líquido nos lábios, não é nada agradável…..

Kokuriko zaka kara

Já fazia um bom tempo que eu não assistia um anime, que dirá um bom anime!
Hoje tive a sorte, depois desse longo tempo, de assistir "Kokuriko zaka kara", um longa de 2011, sob a direção de Gorou Miyazaki. Traduzindo literalmente, seria algo como "A ladeira das papoulas".
As imagens, muitíssimo bem feitas, com uma impressionante riqueza de detalhes, refletem a vida na cidade de Yokohama de 1963, o ano anterior aos Jogos Olímpicos de Tokyo, transmitindo um toque de nostalgia.
O anime conta a história de Umi, filha mais velha de uma família só de mulheres, depois que o pai desapareu no mar. Ela se torna amiga do jovem Shun, responsável pelo clube de jornalismo da escola. Aos poucos começam a tornar-se atraídos um pelo outro. Os conflitos surgem quando descobrem que podem ser irmãos, quando um segredo à volta do nascimento de cada um eles e que parece ligá-los, se revela...

A seguir, alguns flashes:








28 outubro 2013

Sardinhada



Hoje preparei um prato com a mais popular fonte de ômega 3: a sardinha!
Por ser tão comum e ter um baixo custo, nem todo mundo sabe que ela esconde essa riqueza inestimável, ganhando inclusive, do salmão! Apesar desse ácido graxo ser típico de peixes de águas geladas e profundas, a sardinha, que aprecia temperaturas amenas, é uma espécie migratória e se movimenta muito, armazenando assim, a gordura como reserva energética.
Para completar o prato, muitos legumes e verduras!

Ingredientes:
- 800 g de sardinhas inteiras frescas
- 250 g de batatas
- 250 g de cenouras
- 250 g de tomates longa-vida
- 70 g de pimentões verdes
- 100 g de cebolas
- 250g de repolho verde
- azeitonas verdes pequenas com caroço a gosto
- 1 colher (sobremesa) rasa de sal
- 1 colher (sobremesa) rasa de aji-no-moto
- orégano a gosto
- azeite de oliva

Modo de preparo:
- Primeiro limpe as sardinhas: retire as escamas, corte as cabeças e os rabos e por fim, pela barriga, corte-as no sentido longitudinal, retirando as vísceras e as espinhas. Reserve.
- Descasque e fatie as batatas e as cenouras em rodelas de aproximadamente 0.5 cm. Leve para cozinhar por 6 minutos em fogo brando. Escorra e reserve.
- Fatie a cebola em rodelas finas. Reserve.
- Fatie os tomates em rodelas finas. Reserve.
- Pique os pimentões em pedacinhos. Reserve.
- Corte o repolho em fatias finas. Reserve.
- Numa panela funda ou caçarola, coloque 3 fios de azeite e faça a montagem na seguinte ordem: fatias de cebola, fatias de batata, fatias de cenoura, fatias de tomates e pimentões picados. Polvilhe metade do sal e aji-no-moto. Termine as camadas com as fatias de repolho, os pedaços de peixe e as azeitonas. Polvilhe o restante do sal e aji-no-moto e o orégano. Por fim, regue com azeite de oliva.
- Tampe a panela e leve ao fogo médio. Assim que ferver, abaixe o fogo e deixe assim até que todo o caldo se reduza, inspecionando sempre para não queimar.

21 outubro 2013

Sfihão semi-integral de atum fresco e mozzarella


Hoje preparei mais um sfihão com atum fresco que eu tinha em estoque e coloquei também mozzarella para dar aquele "tchans".
Essa receita-família é muito prática, porquê não é necessário ficar modelando sfiha por sfiha e a massa, como sempre, dica divina!!!!
Caso não tenha o atum fresco, pode utilizar o enlatado como opção, OK?
Mãos à obra!

Ingredientes da massa:
- 190 g de farinha de trigo
- 80 g de farinha de trigo integral
- 5 g de fermento biológico seco
- 1 colher (sopa) rasa de adoçante culinário
- 1 pitada sal 
- 200 ml de água morna
- 1 colher (sopa) de óleo de canola
- 1 colher (sopa) de molho de soja para pincelar (opcional)

Ingredientes do recheio:
- 250 g de filé de atum fresco
- 300 g de mozarella ralada
- 150 g de cebola
- 200 g de tomate longa vida
- azeitonas verdes sem caroço a gosto
- 1 colher (chá) rasa de sal
- 1 colher (chá) rasa de aji-no-moto
- orégano a gosto

Modo de preparo do recheio:
- Corte o atum em fatias finas. Reserve.
- Corte a cebola em fatias finíssimas. Reserve.
- Corte o tomate em cubinhos pequenos. Reserve.

Modo de preparo da massa:
- Misture bem todos os ingredientes secos. 
- Acrescente o óleo de canola e misture bem.
- A quantidade de água morna irá variar conforme a farinha utilizada, portanto, acrescente-a aos poucos, sovando até que a massa fique homogênea, bem lisa e solte fácilmente das mãos.
- Faça 2 bolas iguais e deixe a massa fermentando em local abafado, coberto com um pano, até que dobre de tamanho. Eu deixei dentro de uma caixa térmica por 2:00 hs.
- Após a fermentação, abra cada bola de massa com um rolo, em espessura fina, formando dois retângulos de aproximadamente 20 x 30 cm. Se necessário enfarinhe levemente a bancada, para a massa não grudar.
- Polvilhe orégano a gosto no centro de cada massa. Distribua metade da mozarella ralada no centro de cada massa, de ponta a ponta, no sentido longitudinal. Na sequência, polvilhe orégano a gosto, metade do sal e do aji-no-moto.
- Distribua as azeitonas a gosto, metade do tomates metade da cebola e metade do atum. Feche no centro, apertando bem as extremidades com os dedos.
- A seguir, feche cada ponta apertando bem as extremidades com os dedos.
- Vá colocando cada unidade sobre a assadeira, levemente untada, com a prega voltada para baixo.
- Opcionalmente, pincele cada pastél com o molho de soja. 
- Acenda o forno ao máximo e deixe assando por 20 minutos.

14 outubro 2013

Purê salada de batatas com champignons



Minha intenção hoje era preparar uma maionese de batatas, mas no último instante resolví não utilizar maionese! Kkkkkkkkkkk
Não me arrependí, o purê salada ficou muito bom: leve e delicioso!

Ingredientes:
- 350 g de batatas
- 100 g de nabo
- 250 g de champignons
- 3 bastonetes de kanikama
- 1 colher (sobremesa) rasa de sal
- 1 colher (sobremesa) rasa de aji-no-moto
- 1 colher (sopa) rasa de leite em pó desnatado
- 4 colheres (sopa) de vinagre de maçã
- 6 colheres (sopa) de azeite de oliva extra-virgem

Modo de preparo:
- Descasque e corte o nabo em palitos. Coloque numa tigela, polvilhe um pouco de sal, misture e deixe na geladeira.
- Descasque e corte as batatas em pedaços. Leve para cozinhar na pressão, fogo brando, por 10 minutos.
- Cozida a batata, escorra a água e transfira-as para uma bacia. Amasse-as e reserve.
- Afervente os champignons, escorra a água e acrescente à bacia das batatas espremidas. Leve ao freezer até esfriar, se tiver tempo, até gelar.
- Desfie os bastonetes de kanikama. Reserve.
- Retire a bacia de batatas do freezer, acrescente o kanikama desfiado e os palitos de nabo já escorridos. Polvilhe o leite em pó e tempere com sal, aji-no-moto, vinagre de maçã e azeite de oliva extra virgem.
- Misture tudo muito bem e mantenha sob refrigeração até o momento de servir.

11 outubro 2013

Okowa chinês



Hoje preparei este prato que eu não faço há muito tempo. Considero-o um prato completo, sem necessidade de acompanhamentos. Minha prima Roseli é uma expert em prepará-lo e sempre que tenho oportunidade de me reunir com os parentes nas festas de final de ano, tenho a satisfação de degustá-lo e ainda levar uma porção para casa, que ela, gentilmente já deixa separado numa embalagem descartável, especialmente!
Originalmente ele é preparado na panela de cozimento à vapor, mas sempre acho mais prático prepará-lo no suihanki.
Os ingredientes variam muito, hoje preparei com o que eu tinha em mãos - ficou delicioso!

Ingredientes:
- 95 g de mochigome
- 40 g de arroz japonês
- 200 ml de água
- 50 g de filé de frango
- 50 g de gobo
- 50 g de cenoura
- 50 g de shiitake hidratado
- 1 colher (café) rasa de sal
- 1 colher (café) rasa de aji-no-moto
- 1 colher (sobremesa) rasa de hondashi
- 3 colheres (sopa) de sake culinário
- 2 colheres (sopa) de molho de soja
- sementes de gergelim pretas a gosto
- aji-no-moto para polvilhar a gosto

Modo de preparo:
- Coloque o mochigome e o arroz japonês numa bacia, lave bem e deixe escorrendo por 30 minutos.
- Passado o tempo, transfira os grãos para o suihanki, acrescente a água e deixe de molho por pelo menos 2 horas.
- Corte o filé de frango em tirinhas pequenas. Reserve.
- Corte o gobo e a cenoura em palitos. Reserve.
- Fatie o shiitake. Reserve.
- Acrescente ao suihanki o frango, o gobo, a cenoura e o shiitake. Tempere com sal, aji-no-moto, hondashi, sake culinário e molho de soja. Misture tudo, tampe a panela e ligue para cozinhar.
- Depois de pronto, sirva quente, frio ou gelado, polvilhando aji-no-moto e sementes de gergelim pretas a gosto.

10 outubro 2013

Presentinho da NHK

Recebí esta semana uma linda camiseta da NHK World Radio Japan!


Pulei de alegria!!!!!!!
Foi o prêmio da semi-final de um concurso de fotografias que eu participei, com o tema "O JAPÃO onde você estiver". Eu fui um dos semi-finalistas das fotos apresentadas em agosto de 2013.
Participei com a seguinte foto, de minha autoria, tirada no dia em que terminei de dobrar meus tsuru:


Infelizmente, não fui para a final........ :(

A NHK - Nippon Housou Kyoukai é uma organização nacional de radiodifusão pública do Japão.
A NHK World Radio Japan por sua vez, é uma subdivisão internacional da NHK, que transmite notícias, músicas e outras variedades focadas no Japão e no continente asiático.

30 setembro 2013

Frango xadrez alla milanese com molho chinês


Um prato que minha mãe sempre preparava e fazia muito sucesso!
Fiz apenas algumas alterações. Minha mãe não utilizava o panko para a preparação da milanesa. Ela apenas empanava o frango utilizando uma massa parecida com a do tempura. Também dei uma incrementadinha no molho!
Vamos lá?

Ingredientes da milanesa:
- 350 g de filé de peito de frango
- clara de 1 ovo batida com um pouco de água
- farinha de trigo
- óleo de canola

Ingredientes do molho:
- 200 ml de água
- 1 colher (sopa) rasa de amido de milho
- 1 colher (sobremesa) rasa de hondashi
- 1 colher (sobremesa) rasa de aji-no-moto
- 1 colher (sobremesa) rasa de gengibre ralado
- 1 colher (sobremesa) rasa de alho picado
- 1 colher (sobremesa) rasa de pimenta calabresa desidratada
- 2 colheres (sopa) de sake culinário
- 6 colheres (sopa) de molho de soja
- 1 colher (sopa) de vinagre de maçã
- 1 xícara de chá de cebolinha picada

Modo de preparo da milanesa:
- Corte cada filé em 2 unidades mais finas. Coloque-os sobre uma tábua de corte e sobre ele um pedaço de filme plástico de aproximadamente 30 x 30 cm. Com um batedor de carne ou martelo de cozinha, bata a carne até que ela fique fina e larga. Reserve.
- Passe cada filé na farinha de trigo, depois na clara de ovo misturada com água e por fim, no panko.
- Frite por imersão no óleo de canola até que fiquem dourados.
- Escorra e corte todos eles em xadrez e coloque numa travessa. Reserve.

Modo de preparo do molho:
- Coloque numa panela a água, o amido de milho, o hondashi, o aji-no-moto, o gengibre ralado, o alho picado, a pimenta calabresa desidratada, o sake culinário, o molho de soja e o vinagre de maçã. Leve ao fogo até engrossar, mexendo sempre.
- Desligue o fogo, acrescente a cebolinha picada e mexa tudo. Regue sobre o frango pouco antes de serví-lo.
- Por fim, regue o óleo de gergelim a gosto.

Substituto para claras de ovos


Muitas vezes queremos preparar alguma fritura e não temos claras de ovos. Outras vezes, temos os ovos, queremos utilizar sómente as claras e desperdiçamos as gemas.
A solução está aquí!
Com esta receita facílima e barata, você poderá susbtituir as claras de ovos em suas frituras, além de deixá-las ainda mais crocantes!
Numa panela, para cada 200 ml de água fria, acrescente 1 colher (sopa) rasa de amido de milho. Leve ao fogo até engrossar, mexendo sempre. Aguarde esfriar e utilize!
Muito simples!

24 setembro 2013

Combinado do Arnaldo

Hoje preparei este delicioso combinado a pedido da Luciana, especialmente para o aniversário do Arnaldo. Ficou tão bonito que não pude deixar de postar:

23 setembro 2013

Segunda floração do meu ipê branco



Qual não foi a minha surprêsa, hoje, ao me deparar com meu ipê branco???????
Floresceu novamente, em tão curto espaço de tempo!!!!!!!!
Isso é possível????????

16 setembro 2013

Hamburgers de salmão, aveia e nira

Hoje foi dia de fazer toofu, então queria preparar para o jantar, algo muito rápido e que não desse trabalho. Logo pensei num ramen bem temperadinho à moda chinêsa, com muitas verduras, kamaboko caseiro e shiitake
Mas só isso?
Foi então que me veio em mente preparar estes hamburgers para acompanhar. 
Ficaram ótimos! Deliciosos!


Ingredientes:
- 250g de filé de salmão
- 2 colheres (sopa) de sake culinário
- 1 colher (sobremesa) rasa de sal
- 1 colher (sobremesa) rasa de aji-no-moto
- 1 colher (sobremesa) rasa de hondashi
- 30 g de aveia em flocos
- 10 g de farinha de trigo integral
- 35 g de nira comum picado
- óleo de canola

Modo de preparo:
- Corte o filé de salmão em fatias. Na sequência, bata tudo com uma faca, triturando levemente a carne. Coloque numa bacia.
- Tempere tudo com sake, sal, aji-no-moto e hondashi. Misture tudo muito bem.
- Acrescente a aveia, a farinha e o nirá. Misture tudo muito bem e deixe sob refrigeração por 30 minutos.
- Passado o tempo, pegue porções da massa e molde os hamburgers no tamanho desejado.
- Coloque 5 fios de óleo de canola numa frigideira anti-aderente e leve ao fogo alto. Assim que esquentar, abaixe o fogo e coloque os hamburgers cuidadosamente. Frite de ambos lados até ficarem dourados. Escorra e sirva.

12 setembro 2013

Perdí a floração do meu ipê branco!



Deve ter sido hoje de manhã!
As flores no chão ainda não estavam murchas - não creio!!!!!!!!!!!!!!!!!
Semana passada ainda fui dar uma olhada. No topo da árvore haviam algumas flores, mas como haviam muitas folhas, achei que a floração havia sido incompleta. Hoje no final da tarde, quando passo por lá, qual não foi a minha surprêsa ao ver esse monte de flores no chão??????????
Imagina como estava isso!!!!!!!!!!!!!!!!!!

09 setembro 2013

Cuscuz paulista com sardinhas frescas

Já faz muito tempo que eu não preparo um cuscuz paulista. Hoje deu vontade.
Havia um pouco de sardinhas frescas estocadas no freezer, resolví utilizá-las no preparo.
Frescas? Freezer??????
Kkkkkkkk.......
Sim, isso mesmo! Comprei frescas e deixei estocadas no freezer! Rsrsrsrsrs........
O cuscuz ficou bem grande, rendeu bem!
Da próxima vez vou diminuir um pouco a quantidade de ingredientes! Kkkkkkkk…….


Ingredientes:
- 2 ovos extra-grandes
- 200 g de tomate longa vida
- 100 g de milho verde cozido
- 250 g de sardinha fresca
- azeitonas verdes pequenas sem caroço a gosto
- 100 g de fubá pré-cozido
- 500 ml de água
- 2 colheres (sopa) cheias de cebola picada
- 1 colher (sobremesa) rasa de alho picado
- 1 colher (sobremesa) rasa de sal
- 1 colher (sobremesa) rasa de aji-no-moto
- 1 colher (sobremesa) rasa de hondashi
- óleo de canola
- azeite de oliva extra-virgem

Modo de preparo:
- Coloque água numa panela de cozimento a vapor ou cuscuzeira, aguarde ferver e coloque as sardinhas. Deixe cozinhando por 6 minutos em fogo brando.
- Passado o tempo, retire as sardinhas e corte-as cuidadosamente no sentido longitudinal. Descarte as espinhas, cabeças e rabos. Reserve os filés.
- Coloque os ovos numa panela pequena, cubra com água e leve ao fogo. Assim que ferver, abaixe o fogo e cozinhe por 15 minutos. Descarte a água, descasque os ovos e fatie-os. Reserve.
- Corte os tomates em fatias finas. Reserve.
- Unte uma forma de 20 cm de diâmetro com furo no meio, com azeite de oliva.
- Distribua algumas azeitonas, algumas fatias de tomates e um pouco de milho verde no fundo da forma.
- Coloque 1 fio de óleo de canola numa wok. Assim que esquentar, acrescente a cebola e o alho picados. Assim que dourarem, acrescente a água e tempere com sal, aji-no-moto e hondashi.
- Assim que ferver, acrescente o fubá e mexa até que engrosse e solte do fundo da wok. Desligue o fogo.
- Distribua algumas fatias de ovos e algumas sardinhas nas laterais da forma.
- Coloque um pouco menos da metade da massa na forma.
- Acrescente o restante dos ingredientes do recheio uniformemente.
- Coloque o restante da massa, apertando com as costas de uma colher para ficar homogêneo. Bata a forma sobre a bancada, para assentar bem a massa.
- Aguarde esfriar e mantenha sob refrigeração até ficar gelado.
- Desenforme sobre um prato.

27 agosto 2013

Kimmy Skota



Ave Maria foi composta por Gounod para ser sobreposta ao Prelúdio nº 1 em Dó maior de Bach, escrito mais de 130 anos antes da primeira. Mesmo com tamanha diferença de época, é incrível a forma como se harmonizaram! Uma obra de indescritível beleza!
Kimmy Skota, uma soprano sul-africana que assim como Carmen Monarcha é uma das solistas da Orquestra Johann Strauss de André Rieu, interpreta essa obra com uma voz mágica que flui com imensurável beleza!
Kimmy Skota é chamada por Rieu de "The Black Diamond".

19 agosto 2013

Frango com legumes e um toque de misso

A idéia de preparar este prato veio depois que eu resolví não usar sal na comida de hoje. O misso, claro, tem sal na sua composição, mas entre colocar o sal puro, preferí colocar o misso que é um tempêro bem mais saudável.


Ingredientes:
- 800 g de frango a passarinho
- 300 g de abóbora kabocha
- 300 g de batata
- 300 g de tomate longa vida
- 500 ml de água
- 1 colher (sopa) cheia de cebola picada
- 1 colher (sopa) cheia de misso
- 1 colher (sobremesa) rasa de aji-no-moto
- óleo de canola

Modo de preparo:
- Corte a abóbora com a casca, em pedaços pequenos. Reserve.
- Descasque as batatas e corte em pedaços pequenos. Reserve.
- Corte os tomates em fatias finas. Reserve.
- Coloque 5 fios de óleo de canola numa caçarola e leve ao fogo alto. Assim que esquentar, coloque a cebola picada e por cima, o frango. Abaixe o fogo e deixe refogando até a carne mudar de cor, mexendo de vez em quando.
- Acrescente os legumes cortados, o misso e o aji-no-moto. Misture para incorporar os tempêros e acrescente a água. Aumente o fogo e aguarde ferver. Assim que ferver, abaixe o fogo e deixe cozinhando até reduzir o líquido.

18 agosto 2013

Pão de forma com flocos de aveia e sementes de linhaça 50% integral


Hoje preparei meu pão de forma com sementes de linhaça, ricas em ômega 3 e ácidos graxos monoinstaurados. Confesso que foi um dos pães mais saborosos que já preparei. Utilizei a linhaça dourada, mas também pode ser utilizada a marrom, já que a diferença na atividade antioxidante, quantidade de nutrientes e teor de ômega 3 entre as duas não é significante.
Antes de serem consumidas, as sementes devem ser hidratadas, para que ocorra uma pré-germinação. Assim, o aproveitamento de todo o material biológico e energético da semente será maximizado.
Após a hidratação, se formará um gel, que são as fibras hidrosolúveis. Diluído neste gel haverá traços de ácido fítico, com efeito antioxidante. Portanto, não descarte-o!

Ingredientes:
- 50 g de sementes de linhaça dourada
- 150 ml de água
- 300 g de farinha de trigo
- 150 g de farinha de trigo integral
- 100 g de flocos de aveia
- 1 1/2 colheres (sopa) rasas de adoçante culinário
- 5 g de fermento biológico seco
- 1 1/2 colheres (café) rasas de sal 
- 300 ml de água morna
- 6 colheres (sobremesa) de óleo de canola

Modo de preparo:
- Coloque as sementes de linhaça em uma tigelinha, acrescente 150 ml água, cubra com filme plástico e deixe sob refrigeração de um dia para o outro. No dia seguinte, bata tudo no liquidificador por aproximadamente 1 minuto. Reserve.
- Forre uma forma para pão de aproximadamente 8 x 22 cm, com papel manteiga e reserve.
- Numa vasilha, misture bem todos os ingredientes secos. 
- Acrescente o óleo de canola e misture bem.
- Aqueça no microondas as sementes de linhaça batidas, potência alta, por 1 minuto. Acrescente à vasilha e misture bem.
- A quantidade de água morna irá variar conforme a farinha utilizada, portanto, acrescente-a aos poucos, sovando até que a massa fique homogênea, úmida e grudando nas mãos. 
- Coloque a massa uniformemente acomodada na forma para pão coberta com um pano e deixe fermentando em local protegido de correntes de ar. Eu deixei dentro de uma caixa térmica por 2:30 hs.
- Passado o tempo, asse em forno alto pré-aquecido, por 40 minutos.
- Retire do forno e desgrude cuidadosamente o papel manteiga. Aguarde o pão esfriar totalmente antes de fatiá-lo.

16 agosto 2013

Fresh and soft



O toofu que preparei hoje ficou perfeitinho!!!!!!!!!
Já tô ficando expert!
Mas também, vou te contar viu! Entre preparar o leite de soja até desenformar o queijo, foram nada mais nada menos que 6 horas!!!!! Ufa!

12 agosto 2013

Braciolas recheadas com couve manteiga e cenoura



Quando coloquei o primeiro pedaço na boca, já sentí o forte umami que se formou com toda essa profusão de sabores!
Ficou delicioso!!!!!!!!!

Ingredientes:
- 400 g de coxão duro em 4 bifes de fatias finas
- 2 folhas médias de couve manteiga
- 100 g de cenoura
- 200 g de tomate longa-vida
- azeitonas pretas pequenas sem caroço a gosto
- 1 colher (sopa) cheia de cebola picada 
- 1 colher (sobremesa) rasa de alho picado
- 1 colher (café) rasa de sal
- 1 colher (café) rasa de aji-no-moto
- óleo de canola

Modo de preparo:
- Coloque cada bife sobre uma tábua de corte e sobre ele um pedaço de filme plástico de aproximadamente 30 x 30 cm. Com um batedor de carne ou martelo de cozinha, bata a carne até que ela fique fina e larga. Reserve.
- Retire a parte grossa dos talos da couve. Divida em 4 porções e reserve.
- Corte a cenoura em palitos grossos no sentido longitudinal. Divida em 4 porções e reserve.
- Corte o tomate em pedaços pequenos. Reserve.
- Fatie as azeitonas. Reserve.
- Coloque o bife sobre a bancada. Sobre ele, coloque as folhas de couve, cobrindo-o todo. Na sequência, recheie com o talo da couve e a cenoura. Enrole em forma de rocambole e no final, amarre com linha ou palitos de dentes.
- Coloque 2 fios de óleo de canola numa panela de pressão e leve ao fogo alto. Assim que esquentar, coloque a cebola e o alho picados. Dê uma salteada e coloque as braciolas. Acrescente 1 dedo de água, os tomates picados, as azeitonas, tempere com sal e aji-no-moto e cozinhe na pressão, fogo baixo, por 20 minutos.
- Passado o tempo, abra a panela e deixe cozinhando em fogo alto, até reduzir todo o líquido.

Acompanhou bem o arroz integral que preparei com couve manteiga, wakame e proteína texturizada de soja: